Trocando o TOEFL pelo IELTS

No post de ontem eu falei que pretendo fazer o TOEFL (quase sempre escrevo toELF as in elfo rssss). Daí que dando umas bisbilhotadas a mais hoje na internet eu vi que eles começaram a fazer questão de que o imigrante já saiba a lingua e prove isso (o que aparentemente eles não cobravam antes…) e eu vi no site o ficial o que eles aceitam o IELTS e o um tal de CELPIP (ambos estão na minha listinha de siglas a li de cima 😉 ) e ainda tinha a observação de qual teste fazer, já que ambos tem dois tipos.

Note: IELTS has two options for the reading and writing tests: “General Training” and “Academic.” You must take the “General Training” option.

Então tá.

E pelo o que eu vi no site do proprio IELTS ele não tem validade, apenas a data em que foi realizado. Ao contrário do TOEFL, que tem o prazo de 2 anos (sacanagem) simplesmente pq eles acreditam que você desaprende tudo em 2 anos ¬¬. Bom, que venha o IELTS então!

Talvez você esteja se perguntando porque eu estou me preocupando com testes de inglês se penso em ir pra Quebec onde a lingua oficial é o francês. São vários motivinhos. Primeiro que se o país é considerado bilingue eu acho inteligente ter um prova que eu falo inglês tambem. Segundo que eu me sinto mais confortável com inglês do que francês e até eu dar inicio no processo de fato eu penso em procurar emprego lá daqui mesmo já que a) facilita a aceitação e acho até que deixa o processo mais rapido e b) como eu já disse em garanto mais. O bom de Quebec é que ele parece mais receptivo e mais interessado em imigrantes que o resto. Posso estar completamente errada, mas parece. Outros motivos é que Montreal é bilingue, ou se tudo der errado eu fico com o certificado pra mim (já que esse dura pra ~sempre~) etc etc.

Ass: Ela.

Planos antes do Plano Principal

O plano principal é ir morar no Canada. Ponto.

Mas para chegar é preciso muita coisa antes e nós estamos na estaca zero.

O plano agora é a gente juntar dinheiro – pq né -, ele começar o  francês e eu reforçar o meu. Eu quero fazer a prova do TOEFL just in case e ele quer entrar nessa tambem.

Nesse momento Quebec parece nada mais que um sonho muito distante que as vezes eu tenho dúvida se vai chegar a ser real ou não. Essa burocracia e demoras do Consulado que todos relatam realmente me faz pensar duas vezes. Imagina eu ficar, sei la, 4 anos nisso e depois não ir? ai eu morro né  x_X

Não quero nem pensar nisso! Prefiro acreditar que nós temos mais que capacidade para sermos escolhidos para ir pra Quebec e que o processo já vai estar mais ~desenrolado~ até a gente dar inicio nele. A esperança é a ultima que morre…   =)

Ass: Ela.