What a waste!

Ando meio sumida aqui do blog pq estava sendo consumida pelo semestre escolar! Mas estou com mais presença no facebook porque lá as postagens são mais rápidas e curtas ^^ E agora que estou entre ultimas aulas e semanas de provas da pra passar aqui rapidin!

O Canada é um país rico e eu percebo isso every now and then com as atitudes das pessoas. Dai que tenho me incomodado com o desperdício que vejo aqui de varias formas. Comom aqui de forma geral todo mundo meio que tem acesso as mesmas coisas (não é o abismo que temos no Brasil e outros países) acho que isso faz com que eles não tenho consciência do desperdício. Claro que aqui é meio dividido. É mais fácil achar aqui produtos eco-friendly e reciclados sem contar a coleta seletiva que faz parte do dia a dia aqui (alias fico mo perdida aqui onde jogar meu lixo). Por exemplo todas as minhas salas de aula tem 2 latas de lixo: um pra lixo normal e outra pra reciclados. E é a mesma coisa  nas casas. E tem um dia pra coleta do lixo reciclável e outra pro lixo não reciclável. E claro em outras partes como o metro tem os 4 lixinhos. E o site do colégio até estimula o carpoolling (dar carona e assim ter menos carro na rua). Você se inscreve pra oferecer ou pedir. Olhando assim parece tudo muito bonito. Mas olhando mais de perto…

comidinhas

comidinhas

Como já comentei antes eu tenho uma aula no restaurante no qual nós servimos e o povo de culinária cozinha. E toda vez eles preparam um de cada prato do menu pra gente. Dai a gente ve como a cara de cada prato e eles explicam o que que tem em cada um. Depois a gente pode comer! Shhhhhhh! Mas a gente pode rss Dai que o que a gente não come vai pro lixo. Fico triste toda vez. Porque não é só uma vez, é toda semana pra mim. E todo dia de fato (acho que não segunda porque o restaurante ta fechado rs) porque mesmo quando eu não esotu la tem outro groupo tendo essa aula. E tambem tem de noite. Então no mínimo duas vezes por dia eles jogam comida no lixo sem motivo. Falando em restaurante as vezes eu olho a porção gigante daqui que não tem como comer tudo. Outra forma de desperdício. Se fosse porções mais razoáveis não teria todo esse desperdício U_U

Pra completar minha aula de restaurante eu tambem tenho aula de bar. A gente aprende a fazer drinks. Só que entre economizar dinheiro e alunos + bebido = não é uma boa ideia a gente faz os drinks com água mesmo que eles colocam corante pra fingir que é de verdade. As alcolicas são de mentira, mas o suco, grenadine, limão, cereja, creme de leite, sal e açucar etc é tudo de verdade. Eu to tão revoltada com essa aula que nem sei por onde começar. Primeiro que eu não acho uma aula necessaria. Segundo que é um desperdício sem fim!!! D: Caixas e caixas de sujo sendo jogas no ralo assim de graça! Limões e cerejas e azeitonas e leite e sei la mais o que sendo jogadas no lixo toda vez! E mesmo o professor – que tem o álcool de verdade – não vai beber ne! Nem deixar beber. Então advinha! Joga no ralo! Eu fico com dó de fazer os drinks os que eu não lembro eu não faço. E depois eu me toquei que eh um desperdício de água tambem!!! Água. Um recurso tão importante que fica cada vez mais raro, cada vez mais poluído e a gente aqui jogando fora duas vezes por semana. Isso o meu grupo, porque essa aula deve ter uns 3 grupos tambem duas vezes por semana.

verdade  e mentira

verdade e mentira

sala da aula de bar

sala da aula de bar

Ele quer ensinar pra gente “ser preguiçoso, mas eficiente” que é basicamente trazer um monte de uma vez em vez de fazer varias viagens. Legal. O caso é que isso se aplica mais a um dia de trabalho no qual você vai fazer de fato vários e vários drinks  repetidas vezes. Mas nem tanto em aula onde vamos fazer tipo um de cada. Dai acho que ninguém colocou a tal da cereja no seu bar e todo mundo foi pegar na mesa. Dai ele falou pra pegar um monte de uma vez. E, quem diria, foi o único drink que a gente precisou de cereja! Mas e no final da aula? Claro, joga no lixo! Eu comecei a falar pra ele que tudo aquilo era um desperdício. Que não tem necessidade de joga tudo no lixo (ou de fazer a gente pegar um monte). Falei e falo mesmo. Ele fez muito pouco caso. Respondeu qualquer coisa no inicio e acho que me deixou falando sozinha depois hahahha E for fim uma das minhas colegas de classe (meio princesinha diga-se de passagem) veio me dizer “e como é que a gente vai aprender?” Dai eu falei de prioridades e de que tem lugares no mundo que daria tudo que tem pra ter acesso a isso. Se você tiver noção do mundo la fora você não ia falar isso. Tanto lugar no mundo que as pessoas mal tem acesso a comida. Eu me recuso a ficar jogando tudo no lixo. Não pego e não vou pegar um milhão de cerejas pra usar duas. U_U

E outra  o pessoal tem paranoia com água de garrafa que você bebeu e nao terminou. Sempre jogam fora e enchem de novo. Eu sempre completo. Nunca entendi o que poderia ter acontecido com uma garrafa que ficou fechada de um dia pro outro que deixou ~imbebível~.

Enfim!

To reclamona e cansada. Esse semestre foi e esta sendo pesado. Não vejo a hora que ele acabe!

Ela

Anúncios

Sobre homestay …. again!

Como prometido cá estou falando de homestay. Essa é a minha 3 expeciência em casa de familia. Eu fiz um post sobre isso lá em Toronto comparando a homestay de la com a de Vancouver. (leia aqui)

Primeiro preciso dizer que dei muita sorte na homestay de Toronto! A familia era canadense, era pessoas legais, cozinhavam muuuuito bem. Daí que fiquei mal acostumada xD

A casa

Aqui eu continuo longe (os menos 45 minutos do centro/escola de Toronto). Mas pelo  menos estou mais perto do ponto de onibus (ja estou pensando no inverno!) =) Aqui é aquele tipo de casa que são varias em um. Ou seja, de loja parece uma casa grande, mas de perto tem varias portinhas e casa portinha é uma casa – que alias parece ser bem comum por aqui. Dai que a casa é um andar de baixo (nossos, de estudantes) e o andar de cima (deles). Aqui no basement eu tenho uma entrada propria, uma cozinha, basicona, um banheiro, 3 quartos e uma sala com a escada la pra cima. La em cima tem uma sala com lareira, sala de jantar, uma cozinha de verdade e o resto eu nao vi, mas eu imagino que seja apenas o banheiro e o quarto deles e, claro, a porta deles. E ainda tem os vizinhos de cima e os do lado! E eu não tenho o que reclamar da casa. Ah, e eu achei legal que ela foi bem clara que eu posso receber visitas =) Nas outras casas isso nunca ficou muito claro…

Host family

Ele é canadense, quebequence até. Ela é do Equador, mas mora aqui ha um bom tempo (10 anos talvez?). O que eu mais gosto neles é que eles falam muitas linguas! =D Estou numa familia poliglota e eu acho isso o maximo! Ele fala ingles-frances, claro, e espanhol (fluente pelo que me falaram), um pouco de italiano e um cadin de portugues!! Ela fala espanhol, claro, ingles, frances e esta aprendendo italiano. Cool! E quando eu fui no brunch de aniversario dela tinha os canadenses\quebequenses, tinha uma mexicana e 2 meninas latinas (nao lembro o pais) que ficaram na casa deles. O assunto rolou em 3 lingues: ingles, frances e espanhol. E o curioso é que a amiga quebequense dela tb fala espanhol! Ganhei meu dia porque eu entendi tudo do espanhol =D Quem sabe alem do frances eu num ganho o espanhol de bonus =D  hahahaha

Alem de mim aqui tem um menino (cade aquela regra de só meninas, só meninos???? ) de uns 17 anos que é sobrinho dela e veio do Equador passar as ferias da escola aqui. Beleza. Só que ele veio aprender ingles e portanto o conversa em casa predomina em ingles. O host father é o mais empenhado em falar comigo em frances 🙂 Mas eu vou ver muita gente passar pela casa ainda. Quem viver, verá!

Outra coisa, eles estão bem disponiveis pra levar a gente pra conhecer a cidade. Eles ja nos levaram num Parc Jarry e tambem numa patisserie (ou qq coisa do genero) e uma volta de carro mostrando little italy e outros lugares. Eles são proximos, sabe. Não somos só entrusos na casa deles (talvez o fato dele ser sobrinho influencie um pouco, hm…). To curtindo!

A comida

Depois de ficar em casa de ~cozinheiros~ nenhum outro lugar é bom rs Mas, sim, a comida aqui é decente e não é estranha, entao ta valendo! Mas uma coisa que devo relatar é que eles comeram picanha no Brasil e a vida depois mudou xD Dai outro dia ele tentou fazer picanha e me deu pra provar rsss (só que eu não como picanha por causa da gordura e sei la porque eu me acostumei a pedir alcatra mas ta valendo =P) Não sei se foi a abstinencia, mas a carne tava otima! Só o corte que tava estranho rs. E junto com isso ela fez uma comida equatoriana (a amiga dela jantou com a gente) e ela me surpreendeu com pão de queijo! Eu morri x_x foi O melhor jantar! Eu tava pensando em pão de queijo faz dias e comentei com ela sem querer e ela comprou pra mim *_* Ganhou 100 pontos só nisso!

DSC02029

 Alem disso tem um parque aqui perto que eu andei de bicicleta outro dia e é legal que isso me parece familiar, me lembra o Aterro do Flamengo no Rio rss. Tem grama, ciclovias, o rio e do outro lado Laval. Muito legal, muito bonito lá – (não tem nenhum  Pão de Açucar na paisagem, mas é bonito =P O mais legal pra mim é o verde das arvores e da grama aqui. É tão vivo! É um verde freco, novo, quase brilhante. Só aqui pra eu gostar de primavera =)

Bom é isso sobre a casa até agora

Ela

Maple Syrup farm

Não sei porque isso não entrou pra minha lista de 30 coisas pra fazer (que só é 30 pq eu não arrumei mais o que fazer rs), mas ficou nos extras da lista rs

Pelos comentários do outro post vi que chamam de cabane à sucre ou sugar shack. Não escutei ninguem falando isso, mas tudo bem. Tem uma parte do processo que tem o tal do shak

Fomos pra Aurora (vi pelas placas na rua) que é norte de Toronto em algum lugar rs. E quem diria, lá ainda tem um pouco de neve! Essea primavera não quer chegar mesmo! hehehe E claro que eu enfiei o pé na jaca neve pra tirar uma foto (tá, eu sei que vou soterrar em neve no inverno de montreal, mas não pude evitar rs). Entramos numa casinha mt suspeita com cara que poderia cair a qualquer momento com a quantidade de grupos que estavam passando ali.p

Depois um tio bem fazendeiro começou a explicar o lance do…. esqueci em ingles, mas a seiva da arvore. e cortou um galhinho pra mostrar que pinga rs e falou outras coisas de como devem ter descoberto.

Depois chegou um trator puxando 2…. trecos! E sentamos naquilo e fomos pra floresta! \o

o chão estava nojento e todo melecado. Sem contar o resto de neve que parecia mais uma armadilhai. Alias to chocada de ninguem ter escorregado lá O_o E fomos de galho em galho arvore em arvore vendo o processo e coisas sobre as arvores (não vou contar pra não tirar a graça da explciação rs)

E não sei o que tinha a ver com a historia mais ele mostrou uma arvore que eles acrescentaram galhos!! muito legal! Subi nela pra tirar foto \o

E finalmente, PANCAKES! com butter e syrup! *_* foi amor a primeira mordida! E agora eu tenho um motivo pra aprender a cozinhar! =D

E agora as foteeenhas

Olha eu queria contar mais sobre as coisas aqui, mas essa semana teve mais que 7 dias pra mim hahahha Já ta tudo confuso na minha cabeça. Então se alguem quiser saber de alguma coisa pergunta aí nos comentários. Pode ser do colégio, da homestay, da cidade (não que eu possa dizer mt coisa ainda), do frio.. qq coisa que eu vou ver se consigo falar do asssunto. 😉

Até agora eu fui no Eaton Center, no Madison Pub e num pedaço da Yonge (uma rua cheia das loja =P e a maior do mundo! =O ). Quer saber, essa coisa de estudar atrapalha viu! Fico sem tempo/disposoção pra conhecer a cidade rsssssss

 

Ela