A escola – parte 2 Montreal

Continuando o assunto  colégio….

Eu comentei do colégio de Toronto no post anterior. E tambem tem a EF em Vancouver de quando eu fui em 2008 e não comentei aqui ainda. Mas essas duas se parecem bastante e eu recomendo as duas.

Aqui a escola onde estou estudando (na verdade estava – eu vim num programa de estudo + trabalho e agora to correndo atrás da segunda parte rss, mas isso é outro assunto…) se chama ALI – Academie Linguistique Internationale. Antes de vir eu vi nos por aí da internet que é um bom colégio. Já discordo ai. Não acho um bom colégio. Mas todo mundo diz que é o mais barato (pelo menos daqui de Montreal). Mas não to dizendo que é um colégio péssimo, tambem não é assim. Só que esse é o meu terceiro colégio de intercambio e eu curti mais os outros 2 (que citei ali em cima)…

Pontos Positivos!

  • É bem localizado. Perto do metro (tanto da linha verde como da laranja) e perto do lado bão da St Catherine (rua de todas as lojas).
  • Eles ensinam inglês e francês e você pode mudar de lado (nãoo tempo todo, mas pode rs)
  • Acesso livre aos computadores (bom, pra quem não tem muito como se comunicar com a familia)
  • Os profs de francês são em sua grande maioria da França (pra mim isso é positivo porque é o francês standard)

Pontos Negativos!

  • As aulas tem um ritmo chato #prontofalei Parece colégio com provinha toda semana e se você não der sorte com o prof a aula é chatinha mesmo.
  • Cada nível dura um mês e são 8 no total (vou falar disso mais pra frente)
  • Eu achei os livros carinhos (eles são pra 2 meses) e talvez mal utilizados (eles dão mt papel de complemento as vezes – po se o livro é ruim então troca né)
  • Banheiros. Esse ponto pode parecer besta e não tem nada a ver com a aula, mas pra um andar inteiro de estudantes só tem um banheiro apertado com 2 cabines. Mijar é preciso!

O que eu posso dizer é que eu já ouvi de outras pessoas que eles tambem não curtem a ALI. Eu particularmente não gosto do método deles de um nivel um mês. Eu acho que em 8 meses não da pra aprender uma língua. Eu sei que o fato de estar na cidade “cercado” pela lingua ajuda e muito (só que Montreal é bilíngue e é moleza escorregar pro inglês. Falo por experiencia) mas se alguém aprender bem francês com eles do nível 1 ao 8 é muitíssimo mais mérito da pessoa do que da escola.

Com parando as 3 (SOL de Toronto, EF de Vancouver e ALI de Montreal) o ritmo da aula era mais dinâmico e interessante na SOL e na EF. As duas tinham um ambiente agradável. Gostei muito dos professores e adorava que junto com o inglês eles acabavam te ensinando tambem a cultura. No meu ultimo mês lá eu aprendi a falar “treco”, “coisa”, “budega” =) Eu acho isso legal porque a estrutura da lingua você pode aprender no Brasil num cursinho que da no mesmo. Eu acho que o colégio aqui tem que te dar um plus, algo que eu não conseguiria ter no Brasil. Claro que a gramatica eles dão, mas eu treinei pronuncia, tentei falar trava língua, aprendi vocabulário e alguma coisas da cidade, da vida aqui. Pra mim super valeu! E tanto na SOL como na EF você fica no nível até a prof sentir uma melhora (mas você pode pedir pra mudar tambem). Na ALI eu acho tudo mundo grande e distante. Primeiro porque é prédio tem a recepção, refeitorio e computadores no primeiro andar e as salas no 8 (ou no 4). Depois que tem muito brasileiro! E muito venezuelano! E de forma geral muito latino! Impossível não escutar espanhol e português. Quase não vi gente de outras nacionalidades e quando vi eles geralmente estava no lado do ingles. Ah e essa coisa de lado! Eles dividiram um lado do andar pra inglês e outro pra francês e o horário é feito pra esses dois grupo não se encontrarem! E por algum motivo eu achei que os próprios alunos ficam em grupinhos…. Meh não curti.

Depois que eles dividem as aulas em habilidades, gramatica e conversação. Eu não sei de que serve habilidades ate hoje. Gramatica é importante porque Francês é uma língua chatinha latina que nem o português e os verbos me matam – ou melhor, eu quero matá-los! E conversação é teoricamente pra fazer a gente falar e usar o que a gente viu em gramatica. Tirando um prof que foi excelente e olha que eu tive ele em gramatica, ou outros eu achei mais ou menos. E tambem teve um prof de conversação que eu gostei. Mas é o tipo de aula que de forma geral você quer faltar. E esse esquema escola, provinha, recreio, passar de ano é mo desanimo. Mas a gente leva. O curioso é que foi na ALI onde eu vi muitos casais e pessoas que estão mesmo interessada em imigrar isso se já não estão no processo. E tambem achei a faixa etária um pouco mais alta. Diria que muitos entre 20 e 30 e quando apareceu alguem de 17 era meio que o bebe da turma. Ja na SOL eu acho que a média de idade era mais pra 20 e poucos e na época que eu tava na EF em 2008 era muitos adolecentes, 16, 17, 18, 19. E os europeus que tinham lá seus 25 ficavam sendo os mais velhos.

Uma coisa que eu acho é que na ALI a parte de inglês tem mais curso, mais produtos. Alem do curso normal eles tem preparatorio pra TOEFL e outro pra IELTS, eles tem aulas de business, hot topics (assuntos da moda como conversação), movie, TKT (curso para prof de ingles como segunda lingua e UCP (University and College Preparation – prepratoria de 2 meses pra vida universitçaria, como fazer essays e escrita, leitura, pesquisa nos padrões daqui), bible class (alguma coisa com o texto da bíblia e religião. Não é obrigatório e é depois do horário de aula) e sei la mais o que que eu não vi.

No lado do francês você pode escolher somente nos níveis 5 e 6 entre DELF e français des affaires e ainda assim eu achei mais ou menos. Eu acho que o TOEFL é levado bem mais a sério e o francês de negócios é basicamente voltado pra currículo e entrevista e até agora não achei que foi util de verdade. Sei la…. Eu fiquei com a impressão que as aulas no lado do ingles são mais divertidas, mais dinamicas, mais variadas… Não posso falar do curso normal, mas eu fiz um mes de TKT e eu acho que foi muito mais valido do que meus 3 meses de francês. Mas quando eu cheguei no nivel 7 eles mudaram o ritmo e deram um livro pra gente ler (Stupeur et Tramblent, curti =D ) e conversação ficou em projetos de coisas pra apresentar e eu nem achei chato xD e a primeira aula, habilidades, continua sendo um mistério…

Enfim eu to de birra com eles porque eu esperava mais, ainda mais porque me disseram que era um bom colégio… Em infra-estrutura sim (menos os banheiros!), mas em aula e progressão…. eu não percebi ainda a minha progressão…

Moral da historia: se você prefere preço pode vir. Se você prefere qualidade… keep looking.

Ela

Participe do blog, deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s