Sumi, mas to viva (era uma vez o PEQ)

Sentiram minha falta? será?

Mudar a rotina tem dessas coisas. Incrivelmente eu passava mais tempo nos blogs quando trabalhava do que agora que estou em casa hahaha que coisa não? Me desatualizei muito dos blogs amigos, mas de vez em quando eu do uma olhadinha (mesmo que não comente nada).

Tive umas reviravoltas (quase fui trabalhar em outro estado) e isso me consumiu um pouco (pq será….). Mas deixei isso de lado e voltei ao plano original (que são mais idéias do que planos rs).

Como falei algumas vezes queria muito ir pelo PEQ pelo simples fato de parecer mais simples e mais certo. MAS fui percebendo a inviabilidade de conseguir isso. Mas vou começar pelo começo.

Eu ja fui pra Vancouver e quando voltei eu coloquei pra mim que se fosse fazer outro intercambio seria estudo e trabalho pra não “perder tempo” e tambem porque o trabalho conta bastante! E eis que eu sinto que tenho a minha ultima chance de fazer um intercambio ja que Mamis meio que me ofereceu essa oportunidade (e sabe-se lá quando eu teria dinheiro pra pagar por isso por conta própria  – em especial para aperfeiçoar o francês. Esse já era o plano pra ano que vem. Com toda essa historia de imigração que voltou a toda na minha cabeça (tinha pesquisado sobre isso faz uns 2 anos) eu procurei ver se poderia trocar uma aula de língua por uma aula de faculdade. Acontece que eu descobri que 20 28 mil Reais (preço médio de um intercambio longo (a partir de 6 meses)) não é o mesmo que 30 35 mil Dolares ao ano. Com o bonus que intercambio se paga uma vez o tal do valor e faculdade não, tem que pagar por ano…

Foi triste desistir de algo que iria trazer um crescimento tão grande tanto pessoalmente quanto profissionalmente alem de, claro, colaborar e muito com a imigração. *todos chora* Na verdade, Mamis preferiria que eu fizesse um curso profissionalizante de alguma forma, mas eu fiquei mostrando pra ela que é caro e eu simplesmente não quero que ela tenha que vender a casa, o carro e alma pra poder pagar isso. Se não ficar confortável pra ela eu não quero.

E assim que eu voltei pro plano de fazer intercambio e conhecer Montreal, aprender francês de uma vez por todas (assim espero) e de quebra ainda ter uma experiencia no mercado de trabalho canadense/quebequence. É, não parece tão ruim assim ^^

E depois de uma rápida entrevista em ingles mesmo pra saber meu nível pro programa  cá estou eu quase fechando meu intercambio. Será que encontro com algum de vocês por lá?

Ela

12 pensamentos sobre “Sumi, mas to viva (era uma vez o PEQ)

  1. Oi moça, senti sua falta sim!
    Vc já fechou o intercâmbio? O meu noivo tá vendo um curso na La Salle que custa 10 mil dólares por ano (dá pra estudar em inglês e ter aula de francês de graça), será que você já investigou todas as possibilidades?
    E se for fazer intercambio mesmo, tem uns “work and travel” que te colocam no mercado de trabalho na área de hotelaria em Vancouver, já deu uma pesquisada?!
    Boa sorte nas suas escolhas e tô aqui para o que precisar!!!
    Beijão!!!

    • Olha Dea fechar fechar ainda nao fechei pq ainda nao paguei, mas so falta isso rs.

      Olhar todas as possibilidades, capaz de não, mas confesso que cansei de pesquisar. E eu meio que não queria ir pra Vancouver, mas vi que la tem mt coisa com hotelaria e turismo sim!
      Mas ese curso do seu noive é de que (area de atução)? é o que (graduação, pos, etc)?

      Bjosss =)

      • Essa escola tem cursos de 1, 2 ou 3 anos. Se fizer o DEC (3 anos) sai caro, mas nada impede de fazer o AEC por 1 ano (vc ganha um visto de 1 ano de trabalho com ele!). Trabalhando 1 ano lá, vc pode entrar com o PEQ por experiência de trabalho. E ainda tem a chance do seu empregador te contratar e o visto sair mais rápido ainda.
        Dá uma olhada aqui http://www.lasallecollege.com/schools/hotel-tourism-management.aspx

        Não custa mandar o email pra perguntar o preço. E não exigem nada, nem inglês. Vc faz cursos de reforço lá mesmo. Parece bacana!

        Beijoca!

  2. Bom, não se preocupe pelo primeiro plano não dar certo. A vida é assim mesmo. O que importa é que você sabe o que quer e está em busca desse objetivo.
    Com certeza não iremos nos encontrar lá por enquanto, mas quem sabe daqui a uns 2 ou 3 anos a gente possa tomar um café com a família (depende da boa vontade do BIQ e do consulado :-< ).

  3. Oi, querida! Eu senti a sua falta sim! 🙂

    Bem, que bom que você encontrou uma solução. Olha, tem um blog de um pessoal que é Recife (esqueci o nome, mas não deve ser difícil encontrar) que foi para Montréal nesse esquema de Work & Travel. Eles compraram um programa de 1 ano, onde teriam aulas por um período de tempo e trabalhariam quando as aulas terminassem. É esse que você vai fazer?

    Se sim, fique feliz, pois eles, depois de terminarem de estudar, arranjaram empregos e, com isso, deram entrada no visto de trabalho. Depois do visto de trabalho, deram entrada no visto de residente permanente. Então, nada está perdido! Com certeza você vai conseguir trabalhar na área de hotelaria por lá e vai conseguir um visto de trabalho. Depois disso, conseguir o de residente permanente é questão de tempo!

    Mas então, você vai para Vacnouver mesmo? Por que não fazer Work & Travel em Montréal?
    Beijinhos!

    • Na verdade o meu programa é study + work (será que tem diferença?) Eu vou fazer um programa de 8 meses com 4 de estudo e 4 de trabalho em Montreal (acho que não deixei claro isso no texto rs) e realmente deve ser fácil conseguir alguma coisa dentro de turismo. Mas será que é fácil assim estender um visto de trabalho ou tirar um por lá? Seria uma aventura e tanto hehehe

      • Ahhh sim! É em Montréal! Tendi.
        Bem, se você conseguir trabalhar por lá durante 4 meses, após esse período você pode ser contratada para trabalhar normalmente, ou seja, por tempo indeterminado. Aí você recebe um visto de trabalho por causa da empresa. Tendo o visto de trabalho, você pode aplicar para o de residente permanente. =D

        Quando você embarca?
        Bêju!

  4. Força, força e força..
    Todos nós iremos nos encontrar por lá pra podermos lembrar desse tempo em que vivíamos no Brasil… Se o primeiro plano não deu certo, com certeza outro muito melhor estará aguardando vocês..
    Abraços…

Participe do blog, deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s