Sobre a Palestra Virtual – nós vimos!

Enfim, nossa primeira palestra!😀

Como eu ja comentei aqui eu me inscrevi e assisti a palestra virtual que acabou agora pouco (22h de 8/8/12). Vi pelo grupo do face que conseguiram entrar sem se inscrever, então não sei como funciona.

Pra economizar seu tempo eu vou logo dizer que não teve grandes novidades, mas tem o material disponibilizado no fim do texto. Alias tudo o que ela falou estão nos sites (imigração quebec, emploi quebec etc). Basta fuçar um pouco que acha tudo o que ela falou. Sério mesmo. Só lá nas perguntas, quando todo mundo começou a perguntar sobre as entrevistas do CSQ (alias mt gente perguntou isso) ela disse que vai ser pra esse ano. Ela começou dizendo em 2 meses e terminou dizendo esse ano #FATO (palavras dela). Quando alguem perguntou de viajar em janeiro e se for chamada pra entrevista durante a viagem blabla ela respondeu pra não se preocupar porque elas (entrevistas) vão acontecer antes. Então é isso.

A palestra começou assim:

Ela se apresentando (sra. Perla Haro, morou no Brasil e fala com ‘portunhol’/sotaque ^^) e depois por que precisam de imigrantes e esses blablablas. Depois ela apresenta o Quebec, com mapas, fala sobre valores da sociedade, estilo de vida (ela morou em Montreal por 1 ano), indicadores de segurança comparando com outros paises (o Brasil inclusive) e esses dados. Mostra os programas do governo (saude, seguro desemprego, o licença maternidade de lá , essas coisas).

Agora vou dar dados soltos apenas pra se ter uma noção.

  • salario minimo = 9,90h (CAD)
  • tem que ficar 2 anos no espaço de 5 anos para ficar com status de residente permanente (acho que é isso, fiquei meio confusa)
  • depois de 3 anos (não consecutivos) pode pedir cidadania.
  • provas de inglês E francês são obrigatórias para o aplicante principal (o conjuge só precisa da prova de francês). Mesmo que seja no nível básico a questão é provar que sabe (mesmo que seja pouquinho). Os testes de francês aceitos são varios ( TEF, TEFAQ, TCF, TCFQ, DELF, DALF). Já no inglês only/seulement/somente o IELTS (já disse isso antes rs).
  • a autonomia financeira é para você se garantir nos 3 primeiros meses após a chegada, ja que você não tem acesso aos programas do governo (ela não explicou mais que isso) e os valores mudam de acordo com o tamanho da família (solteiros, casais, com ou sem filhos) (o link tambem está ali em *sites oficiais*).
  • você pode atualizar seus dados depois de ja ter enviado os documentos. Como o sistema é de pontos se você mandou um DELF A1 , por exemplo, e meses depois fez o A2 ou B1 (vai que você aprende rapido ou fez um intensivão sei la) pode enviar depois com uma carta (ela disse). Assim você ganha mais ponto nesse quesito. Vale pra formação, trabalho etc. Quanto mais ponto melhor. OBS: mandar por correio rapido! *Minha opinião: ficar mandando coisa demais o tempo todo deve atrasar o seu processo. É o que eu acho.
  • os 3 pontos obrigatórios dentro dos critérios deles são: área de formação, lingua (testes inglês e francês), autonomia financeira. Pelo o que eu entendi com esses itens zerados não rola imigração.
  • Tem que fazer tradução juramentada (inglês ou francês) dos documentos que comprovam sua formação e sua experiencia profissional.  Nisso eu fiquei confusa pq achei que era pra traduzir tudo (identidade, certidões etc), mas ela só deu enfase nesses documentos.
  • usar um tal de  CEFAHQ (não vi nada sobre isso antes O_o) para reconhecimento de diplomas. Fazer isso logo, parece que eles demoram uns 3 meses.
  • Dica pros enfermeiros: foi sugerido enviar seus documentos para o conselho (de enfermeiros do Quebec, eu imagino) avaliar. Ela disse que eles estão abertos para isso e podem ser bastante uteis. Podem direcionar se você precisa de curso, ou prova etc.
  • sobre a lista de ocupações ela acha que se mudar alguma coisa deve ser pouco porque é baseado na demanda do mercado e o mercado não deve ter mudando tando assim a ponto de sair um lista completamente diferente. Veja bem, ela ACHA. Ela não trabalha com essa parte, foi só uma opinião. Mas vai que a pequena mudança faça diferença pra mim ou pra você né =)
  • no caso de casais separados com filho é preciso pegar a autorização de quem ficar (do pai ou da mãe) para levar o filho. Não se pode tirar menor de idade sem autorização de ambos os pais.

E pra fechar vamos falar de money, din-din, do que intere$$a. Quando ela apresentou os custos de taxas e tal fica mais ou menos assim

Provincial

  • 750$ CAD aplicante principal
  • 156$ CAD cônjuge/adultos

Federal

  • 550$ CAD por adulto
  • 150$ CAD criança
  • 490$ CAD de taxa de residente permanente

*OBS: sempre observar se os valores não foram alterados

Lembrando que ainda tem custos adicionais com o envio dos documentos em ambos os casos, tradução, viagem pra entrevista (era só em SP né?)  testes de linguas e dependendo do caso as aulas de frances/inglês.

Eu estou interessada no PEQ (tem nos anexos) que é um programa diferente do Trabalhador Qualificado. Ele é similar ao Canadian Experience Class (programa federal).

Acho que falei tudo. Eu gostei da palestra mesmo ela dizendo tudo o que eu já sabia porque mesmo eu lendo muito de muitas fontes eu me sentia confusa, sabe? Informação demais e algumas ficaram obsoletas e eu ficava sem saber o que ainda ta valendo. Mas agora estou me sentindo mais segura com relação as informações que peguei. Espero poder ajudar alguem com o meu ~apanhadão~ de informações aqui ^^

ANEXOS (todos em PDF) (tem material en español):

tabla de los campos de formaciones y sus suntos

tabla de factores de selección 23-03-2012

paginas internet de interes

lista do de formaciones que dan puntos

breq iaffiche bresil

comparação de estudos brqc

PEQ etudiants

Ass: Ela.

15 pensamentos sobre “Sobre a Palestra Virtual – nós vimos!

  1. Pingback: Palestras com data marcada! | QUE BEc LE ZA

  2. É estranho.. Na documentação fala sobre a pontuação, nao diz que é obrigatório o ingles e na primeira palestra que ela deu, ela disse que o ingles era obrigatorio apenas para quem está indo sozinho, que para o casal nao era preciso.
    Já estou começando a duvidar um pouco das informações desta tia aí…

      • Parabéns pelo Blog ! Estou vendo a animação de imigração. Quanto a língua, realmente ocorreram mudanças. Mas acredito que ela não tenha se expressado corretamente. Pelo que sabemos, as provas de línguas são obrigatórias somente para os que querem ganhar os pontos relativos as línguas. É claro que muita gente precisa destes pontos, mas para as profissões prioritárias, em alguns casos, não é necessário. Com certeza vou perguntar isso na próxima palestra.

      • Ah, então pergunte por favor! Porque se não for obrigatório é uma coisa a menos e se for é um dinheiro a mais.

        Mas eu acho que ficou obrigatório sim:/ Talvez não precise do inglês, mas continua tendo que provar o francês.

        Se obtiver uma resposta por favor avise!! =D

        Ass: Ela.

  3. Pingback: Evento pra quem quer ESTUDAR no Canada !! | QUE BEc LE ZA

  4. Pingback: Vou na palestra e agora? | QUE BEc LE ZA

  5. Pingback: Eu fui na palestra do BIQ | QUE BEc LE ZA

Participe do blog, deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s